03 agosto 2008

Software Português para o Computador Português

O recém-anunciado portátil "Magalhães", a versão portuguesa do Intel Classmate, terá provavelmente ganho a corrida face ao "One Laptop per Child" devido á possibilidade de poder ser produzido em Portugal, enquanto que o OLPC só é produzido na China, para reduzir ao mínimo os seus custos. Estou certo que esse factor terá tido muito peso junto do Governo.

Fará então sentido, pela mesma razão que o seu software seja também produzido em Portugal. A indútria portuguesa de software também precisa de ser estimulada.
A apresentação do Magalhães incluiu modelos com Windows XP e Linux Caixa Mágica. ( O Windows Vista não corre bem em 512 MB). Porque razão se haveria de preferir um sistema operativo obsoleto e sem componentes portuguesas (o XP) a um sistema operativo mais moderno e produzido por uma empresa portuguesa (a Caixa Mágica) ?

Apelo a todos para multiplicarem este apelo:

"Software português para o computador português"

Nota de rodapé: todas as entradas deste blog refletem unicamente as minhas opiniões pessoais, expressas fora do meu contexto profissional. As opiniões do meu empregador são reflectidas no seu site empresarial.

12 comentários:

Jorge disse...

Eu partilho da mesma opinião e queria acreditar que o Caixa mágica seria muito mais usado que o MS Windows, mas no final acho que as pressões que venham a ser feitas surtam efeito .-(

Anónimo disse...

O Magalhães é tanga (ou devo dizer tacho?).
* A única coisa portuguesa é a assemblagem e o dinheiro pago para trazer esse bicho para cá, visto que a Intel não dispensou um tostão.
* O Socas diz quer exportar esse portátil. Considerando que já estão a fazer fábricas na América do Sul e Irlanda, deve estar choné.
* Não sei se fizeram as contas ao dinheiro que se dá por um daqueles ao fim do período de contracto (outro tacho, este para as telecoms) mas seria melhor comprar um portátil médio, linha branca e pagar a prestações. O resultado sai melhor.

E o circo continua.

Anónimo disse...

E nada de mal tenho a dizer da Caixa Mágica, embora a ADETTI por vezes goste muito de virar a casaca. Devem ter bons alfaiates...

ovigia disse...

boas a todos,

se o governo está mesmo interessado em desenvolver em português, concordo que deve também privilegiar algo que nós realmente e ao contrário do hardware, desenvolvemos, ou seja o software que pode equipar essas e outras máquinas.

se o governo quer mesmo incentivar a criatividade a inovação o conhecimento das crianças, deve de colocá-las perante um ambiente aberto e não fechado como é o caso do software proprietário que é totalmente limitador dessa criatividade e inovação.

se realmente o governo português, este ou outro, as decisões têm sido as mesmas independentemente de quem tem governado, como dizia, se é mesmo essa a intenção do governo, então deveria apostar fortemente e exclusivamente num único software, o LIVRE, usando preferencialmente o software e o desenvolvimento efectuado nas universidades como é o caso da de Beja e do seu Alinex, software esse que tem ainda a vantagem de ser baseado em Debian, uma das únicas distribuições não comerciais e ainda com a vantagem de também ser largamente usado na nossa vizinha Espanha.

Afinal não estamos sempre a ouvir o bem que a Espanha está e que a nossa maior balança comercial é com os nossos vizinhos?

infelizmente todos sabemos que não é isso que é pretendido, esta é apenas e só mais uma negociata em que meia dúzia ganham e o povo português perde, perde agora e muito mais grave, perde o futuro.

rjnunes

Anónimo disse...

Software Livre, Linux, etc...
Nerds do caraças, porra vocês só vêm Linux e tretas deste tipo à frente, porra estamos a falar de putos com idades entre os 5 e os 10 anos.
Sim o look and feel do Linux está melhor, bla bla bla bla.
Mas porra o Windows é mais facil de aprender e muito mais intuitivo e o Linux simplesmente não é, mesmo que a corja portuguesa associada queira passar a mensagem do contrário.

E que tal ums vitaminas para o cerébro e deixarem de usar palas como os Burros.

pvilela disse...

O Windows é mais fácil de aprender .. para quem já o conhece :-))

Mas isto é quase como dizer que é mais fácil aprender a guiar num Ford do que Honda - o que é preciso é aprender a guiar.

Assinado : a corja ....

Anónimo disse...

Ó Corja ... eu explico-te, mas se quiseres tambem te faço um desenho, pois és muito limitado e continuas a usar palas.

Toma por exemplo a instalação do Windows e do Linux, não vamos falar de funcionalidades, nem de rapidez, mas sim de simplicidade, é claro que para um gajo que ande neste mundo das TIs à mais de 10 anos e tenha alguns conhecimentos a instalação de linux seja mais facil e rápida. Mas para um gajo, que pouco perceba de "computadores" será que é a mesma coisa, eu respondo-te, claro que não e neste aspecto o Windows ganha com uma larga vantagem.

pvilela disse...

Ah sim? 99 % dos utilizadores de Windows nunca o instalaram, e pediriam internamento no manicómio se o tentassem.. Sé estar à procura dos drivers todos.
Sei porque o fiz recentemente..Felizmente não moro ao pé do Julio de Matos, e consegui resistir..

Ah,, também há o CD de reposição. O que limpa os dados todos dos utilizadores.. Muito útil. "Tem uma avaria no seu carro? deite-o fora..."

Já tentaste instalar o Ubuntu nos últimos tempos? Até dá para instalar DENTRO do Windows, sem o estragar (cruzes canhoto..), só para experimentar..
Fica mais lento, claro. Mas pode-se testar facilmente. Experimenta, e vê se com o Vista isso é possível.

Depois falamos

Anónimo disse...

99% ????, ai essa matemática e essas estatisticas, de onde vêm ?, da ESOP ???.
Estás completamente senil, tira as palas e vê, deixa de ser anti-microsoft.

Zézito disse...

Este anónimo mais recente não tem ideia do que a Microsoft andou a fazer na última década dentro do Estado e seus Ministérios.

Anónimo disse...

porquê tanta raiva deste anónimo utilizador de windows? será que ficou stressado de ter de lidar com mensagens de erro permanentes?

INFORM4TICA disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática à Distância. Antonio B Duarte Jr.