22 março 2006

Linux 2006

Relembra-se aqui que o evento Linux 2006, organizado pela Sybase, Caixa Mágica Software e Adetti é já para a semana, na quinta-feira dia 30 de Março.
Este é o maior evento de Software Aberto em Portugal, já na sua 4ª edição, e merece uma saudação calorosa. Talvez sejam surpreendidos pela enchente que irão ter, pois creio que em Portugal estamos nas vésperas de uma explosão desta àrea. Há muitos sinais nesse sentido, e várias iniciativas interessantes em preparação. Há fogo debaixo do gelo que tem sido este monopólio do software em Portugal.

Quero saudar aqui o alargamento do evento a multinacionais como a Redhat, a IBM, a Sun Microsystems e a Bull, que por um lado traduz o crescimento em termos da adopção de que estou a falar, e por outro pode trazer bastante mais participantes e adesões de empresas e organismos públicos ao software aberto. Em eventos internacionais análogos a presença da HP e da Intel também já é habitual, inclusive em roadshows próprios, mas em Portugal estas empresas ainda estão muito enfeudadas ao pensamento único. Vou apostar que isso vai mudar durante o próximo ano.

E também quero saudar a participação do Secretário de Estado da Justiça. Está a ser pioneiro na Administração Pública. Como todos os líderes, em breve estará mais acompanhado.

Quase em simultãneo, no dia 28 de Março, realiza-se o evento "Software Livre na Administração Pública", organizado pelo Grupo Algébrica. Trata-se de uma entidade privada com fins lucrativos, e portanto a sua aposta neste evento é um sinal de que esperam uma animação do mercado nesta área. É pena a coincidência de datas na mesma semana, porque também conseguiram reunir um grupo muito interessante de actores da Administração Pública, como o ITIJ (Instituto de Tecnologias de Informação na Justiça) , o IIMF (Instituto de Informática do Ministério da justiça) , a Secretaria Geral do Ministério da Cultura, o Instituto Nacional de Estatítica e o Laboratório Nacional de Engenharia Civil. É pena também o preço elevado das entradas, o que me impedirá de assistir. Mas eventos comerciais são assim mesmo.

Mas não faltarei ao Linux 2006. Há fogo debaixo do gelo.

6 comentários:

Gonçalo Silva disse...

Eu estive no evento Linux 2005 e posso-te dizer que gostei bastante do dinâmismo dos oradores e do conteúdo apresentado. Quanto ao Linux 2006 ir ter uma grande afluência receio que não vá ser possível ultrapassar a do ano passado, é que o evento é na mesma infraestrutura fisica e em 2005 havia muitos de pé. Aconselho-te a ires cedo caso pretendas-te sentar.

ps: Por acaso não és o Paulo Vileta que á uns 5(?) anos esteve no Minho Campus Party em Braga?

pvilela disse...

O mesmo..
Estive salvo erro em todos os Minho Campus Party..
Aliás foi lá que conheci o Paulo Trezentos e a Caixa Mágica.
Quanto lugares não deve haver problema, porque vou ser orador.... :-)

Gonçalo Silva disse...

Grids em Linux - Casos Portugueses
Paulo Vilela (Director de Business Development, Sun Microsystems)


Ainda não tinha visto o programa deste ano detalhadamente porque sei que me vai ser impossível ir ao evento por motivos profissionais, mas já que vais ser orador no linux 2006, conto com um post aqui com o resumo do mesmo.

Quanto aos lugares, não sei não, olha que só vais orar de tarde ;) Agora mais a sério, espero que tenha pelo menos a adesão do ano passado

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Keep up the good work. thnx!
»

Anónimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»